Os processos fonológicos, que são universais, podem ser examinados sob a ótica diacrônica, sincrônica ou sob ambas. Mikaela Roberto se detém na segunda, com vistas à aplicação aos estudos de aquisição da linguagem, à variação sociolinguística, às práticas de alfabetização e à clínica fonoaudiológica. É importante conhecer tais processos, que são naturais, para não confundi-los com desvios fonológicos. Sabemos da existência de uma tendência em curso nos primeiros anos do ensino fundamental: “patologizar” a criança que apresente algum problema de aprendizagem, particularmente no processo de alfabetização. Rotula-se a criança como disléxica, por exemplo, quando a causa está, muitas vezes, no despreparo do professor, na falha ou ausência de método e/ou na inadequação do material pedagógico. Sem priorizar o enfoque, a autora menciona a importância dos processos fonéticos e fonológicos nas mudanças das línguas (estudo diacrônico). No que se refere aos cursos de Letras, tais fenômenos vinham (e vêm) sendo estudados com o nome de metaplasmos, na disciplina de história (interna) da língua, sob o prisma filológico e como fatos isolados. O capítulo 6 é dedicado ao ensino da ortografia, ao qual os professores de português reservam grande espaço em suas aulas, sem obter os resultados desejados, uma vez que sua didática permanece centrada na memorização de regras e/ou de listas com exceções, sem um fundamento científico baseado nos princípios do sistema alfabético do PB. Mikaela Roberto demonstra que a ortografia pode ser ensinada de uma forma inteligente, valendo-se das generalizações e previsibilidades possíveis, ao se depreender a conversão dos fonemas em grafemas, independentemente do contexto fonológico, e a que pode ser prevista pela morfossintaxe (Scliar-Cabral, 2003). Ao final de cada capítulo, o estudante encontrará uma síntese dos conteúdos principais e atividades para autoavaliação. Ao final do livro, um glossário também auxilia o estudante a compreender o significado básico das palavras especializadas. Cumpre-se, assim, o objetivo da autora de produzir uma obra para iniciantes no estudo da fonética, da fonologia e da ortografia do PB. 									

O surgimento da civilização, no entanto, modificou a maneira tradicional como as pessoas agiam na realidade e interagiam com ela. As sociedades da Antiguidade ampliavam-se continuamente e havia que registrar, contabilizar, definir normas legais e de convivência social, difundi-las, fazê-las cumprir… Como conseguir isso sem um meio pelo qual a palavra falada pudesse ser convertida, de forma a tornar-se fixada e facilmente transmissível?
(20)HARRIS, Theodore L, HODGES, Ricvhard E. Dicionário de alfabetização: vocabulário de leitura e escrita. Porto Aklegre: Artes Médicas Sul,. 1999 (Fonação, fone, fonema, fonêmica, fonêmica sistemática, fonética, fonética acústica, fonética articulatória, fonética auditiva, fonético, fônica, fônica analítica, fônica de letras, fônica de palavras inteiras, fônica expressiva, fônica intrínseca, fônica seqüencial, fônica sintática, fonograma, fonograma composto, fonologia, fonologia gerativa, fonologia métrica e fonotática)
Los fonemas están configurados también por unidades mínimas que los diferencian entre sí y son los llamados rasgos distintivos. La única diferencia que existe entre el fonema /p/ que corresponde a una consonante bilabial, oclusiva, sorda y el fonema /b/ que corresponde a una consonante bilabial, oclusiva sonora, es su sonoridad: sorda la primera, frente a la segunda que es sonora. No siempre se mantienen como fonemas distintos las diferencias que proceden de un solo rasgo distintivo, por ejemplo la primera de la palabra corresponde a una consonante dental oclusiva sonora [d], y la segunda es dental fricativa sonora [ð]. En este caso no estamos ante dos fonemas sino ante dos valores del mismo fonema.
sem a formação e o conhecimento linguístico necessários para uma atuação eiciente no ensino da escrita e da leitura. Fio condutor é a associação com a oralidade para enfrentar as diiculdades vivenciadas durante o processo de aprendizagem da escrita, principalmente na fase inicial da alfabetização. Ao longo dos capítulos, são feitas observações e relexões sobre o papel do pro -
19. El teléfono enredado
Nesta unidade, revisaremos os principais conceitos dos estudos lingüísticos e estudaremos os principais órgãos dos sistemas respiratório, fonatório e articulatório do aparelho fonador, utilizados na produção da fala. Tomaremos como principal referência de leitura, discussão e estudo a obra Fonética e Fonologia do Português: roteiro de estudos e guia de exercícios, de Thaïs Cristófaro Silva (Contexto, 2005, p.11-47.
A fonética do Inglês pode ser bem confusa. Como você deve saber, não há regras de pronúncia obrigatórias no Inglês, então se você ver uma palavra em inglês que você não conhece, você não vai saber como pronunciá-la. A mesma letra no Inglês, ou a mesma combinação de letras, pode ser pronunciada de forma diferente dependendo da palavra. Além disso, a mesma palavra no Inglês pode ser pronunciada de forma diferente por falantes nativos de diferentes países, ou até do mesmo país! É por isso que o idioma do Inglês é tão difícil de se aprender e de se entender. Mas você não tem medo da dificuldade, ou tem?
Desta forma, é importante que este tipo de problemática, seja sinalizada o mais precocemente possível, para que se possa diminuir os efeitos negativos que estas dificuldades poderão ter ao nível da aquisição da leitura e da escrita. Assim sendo, cabe aos pais, professores e a quem rodeia a criança estarem atentos aos sinais demonstrados pela criança ao nível das dificuldades articulatórias e procurar um profissional para trabalhar estas mesmas dificuldades. Perante estas dificuldades pais e educadores devem recorrer a um técnico especializado, o terapeuta da fala, para que este possa realizar uma avaliação detalhada.

5 minutos Uma fase crucial no desenvolvimento da fala de nossos filhos, que deixa saudades quando passa, é a do balbucio. Como entendê-lo corretamente a fim de ajudar os pequenos nesse momento importantíssimo? É sobre isso que eu falo no vídeo de hoje. Assista! A palavra “balbucio” é frequentemente empregada para se referir a uma das fases do desenvolvimento lingüístico das crianças, o que não é de todo errado. Mas você sabia que há outros tipos de balbucio? Já ouviu falar do balbucio musical? Continue lendo→

8 Número de fonemas e número de letras  Chuva – tem 5 letras e 4 fonemas, já que o “ch” tem um único som.  Hipopótamo – tem 10 letras e 9 fonemas, já que o “h” não tem som.  Galinha – tem 7 letras e 6 fonemas, já que o “nh” tem um único som.  Pássaro – tem 7 letras e 6 fonemas, já que o “ss” só tem um único som.  Nascimento – 10 letras e 8 fonemas, já que não se pronuncia o “s” e o “en” tem um único som.  Exceção – 7 letras e 6 fonemas, já que não tem som o “x”.
Estos tonos diferencian muchas palabras en Sueco. Dichas en el tono singular, las palabras anden, tomten, biten, y slaget significan el pato, el edificio, el pedacito y la batalla, respectivamente. Dichas en tono doble, significan el espíritu, el elfo, mordido y golpeado, respectivamente. El Castellano también usa acentos y tonos dinámicos, pero sólo en frases completas, tales como al final de las preguntas.
A Perturbação Fonética ou Articulatória, ocorre devido a fatores orgânicos ou funcionais, na força, como variações no tónus, execução de certos movimentos na boca o que levam a uma alteração na execução dos movimentos motores dos órgãos responsáveis pela produção da fala. Também a mastigação, respiração e deglutição podem estar alteradas. O que faz com que a criança não consiga realizar o movimento correto para a produção de determinado som.

30. Cada acento en su sitio…


Do segundo ao quinto capítulo da História ou Início da Alfabetização as consoantes são apresentadas seguindo a seqüência do “Método da Abelhinha”, no entanto, sendo introduzidas uma de cada vez e paralelamente são realizados exercícios de fixação, interligando os sons aos personagens da história. Dentre as atividades que podem ser realizadas podemos destacar: leitura oral, cópia de sons, identificação do som inicial, união de consoantes e vogais, ditado, identificação das vogais e consoantes maiúsculas e minúsculas e a utilização dos cartazes e código de sons. 
Es la que estudia los sonidos de una lengua desde el punto de vista fisiológico; es decir, describe qué órganos orales intervienen en su producción, en qué posición se encuentran y cómo esas posiciones varían los distintos caminos que puede seguir el aire cuando sale por la boca, nariz, o garganta, para que se produzcan sonidos diferentes. No se ocupa de todas las actividades que intervienen en la producción de un sonido, sino que selecciona sólo las que tienen que ver con el lugar y la forma de articulación. Los símbolos fonéticos y sus definiciones articulatorias son las descripciones abreviadas de tales actividades. Los símbolos fonéticos que se usan más frecuentemente son los adoptados por la Asociación Fonética Internacional en el alfabeto fonético internacional (AFI) que se escriben entre corchetes.
Para o correto diagnóstico é necessário recolher informação relativa a aspetos como os fatores estruturais, a existência de dificuldades de coordenação motora e sensoriais, o desenvolvimento da linguagem e a fatores ambientais ou evolutivos. Para além destes aspetos, é necessário identificar-se os erros articulatórios propriamente ditos. Para isso, analisar amostras de fala espontâneas e aplicar testes de articulação, tais como: Teste de Articulação Verbal (TAV); Teste Fonético-Fonológico – Avaliação da Linguagem Pré-Escolar (TFF-ALPE); Prova de Avaliação da Articulação de Sons em Contexto de Frase para o Português Europeu.
30. Cada acento en su sitio…
5 minutos Publicamos recentemente um vídeo com algumas indicações de atividades para as crianças durante uma viagem. Nos comentários, os leitores nos presentearam com indicações criativas que merecem ser compartilhadas com outros pais. Escolhemos algumas que promovem o desenvolvimento da linguagem, exercitam a memória e o raciocínio lógico. Criando histórias e explorando a ordem alfabética Durante suas viagens, a Raquel Pereira brinca com toda a família de inventar narrativas ou diálogos explorando as letras do alfabeto. Ela diz uma frase cuja primeira palavra começa Continue lendo→
34. ¿Dobladores?

A Fonética é o estudo dos aspectos acústicos e fisiológicos dos sons efetivos (reais) dos atos de fala no que se refere à produção, articulação e variedades. Em outras palavras, a Fonética preocupa-se com os sons da fala em sua realização concreta. Quando um falante pronuncia a palavra 'dia', à Fonética interessa de que forma a consoante /d/ é pronunciada: /d/ /i/ /a/ ou /dj/ /i/ /a/.


Fazer exercícios é a única e melhor forma de aprender. Há sistemas de ensino espalhados no Brasil que propagam entre seus alunos a ideia de que aula dada é aula estudada. E é isso mesmo. Pensando neste aspecto do ensino, trazemos algumas questões interessantes de Língua Portuguesa enfocando a fonética e a fonologia. A única ressalva que faço é de que as questões de acentuação ainda estão grafadas segundo a ortografia corrente antes do acordo ortográfico.

– A forma "adição", que era uma adaptação possível e com uso frequente de addiction, parece ter sido preterida por adicção, que é a forma registada pelos dicionários mais recentes – ver, por exemplo,. dicionário da Porto Editora e dicionário Priberam – para denotar o estado de dependência física e psíquica. A forma adicção tem também a vantagem de manter o c, tal como em adicto, o que significa que adictivo é também forma preferível a "aditivo" («que causa dependência, habituação, vício»), pela desvantagem de esta última se confundir com aditivo («componente adicional»).
Este é um serviço gracioso e sem fins comerciais, de esclarecimento, informação e debate sobre a língua portuguesa, o idioma oficial de Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste. Sem outros apoios senão a generosidade dos seus consulentes, ajude-nos a dar-lhe continuidade: Pela viabilização do Ciberdúvidas. Os nossos agradecimentos antecipados.
Quando eu estava no jardim de infância, meu pai era professor e eles queriam alguém para ensinar por alguns anos no Japão. Então meus pais decidiram ir. Nós moramos no Japão por um ano. As crianças aprendem idiomas muito mais fácil, então fomos para a escola lá. Lembro-me de ouvir fitas de áudio para tentar aprender japonês, mas acho que muito disso foi apenas interação. Quando voltamos, eu tive que fazer "viciado em fonética", como eu tinha ficado para trás na leitura de Inglês.
pt No essencial, considerou que, atendendo nomeadamente aos elementos importantes de semelhança entre a marca pedida e a marca nominativa anterior PAM‐PAM, à enorme semelhança entre os produtos e ao carácter distintivo intrínseco da marca nominativa anterior PAM‐PAM, as diferenças visuais e fonéticas referidas não eram suficientes para afastar a existência de risco de confusão (n.° 28 da decisão impugnada).
1.1. A disciplina Fonética e Fonologia do Português com 04 créditos teóricos, tem uma carga horária de 60 horas/aula, prevista no 5º período da Estrutura Curricular do Curso de Licenciatura em Letras – Habilitação em Língua Portuguesa, conforme o que estabelece a Resolução Nº 92/2005 – CEPE, de 16 de dezembro de 2005. A disciplina supracitada é um dos componentes pedagógicos da chamada base de formação acadêmica específica, conforme o Projeto Pedagógico do Curso de Letras (p.19).
Sin embargo, muchas lenguas en Africa y Asia usan tonos mucho más complejos, de hecho, son llamadas “lenguas tonales”. El Chino es el ejemplo más conocido. Aunque las palabras son a menudo más largas que una sílaba, cada sílaba tiene un significado particular. Y el Chino usa un número muy limitado de fonemas. Son los tonos los que evitan que cada sílaba tenga cientos de significados. A saber, hay cuatro tonos:
A fonética do Inglês pode ser bem confusa. Como você deve saber, não há regras de pronúncia obrigatórias no Inglês, então se você ver uma palavra em inglês que você não conhece, você não vai saber como pronunciá-la. A mesma letra no Inglês, ou a mesma combinação de letras, pode ser pronunciada de forma diferente dependendo da palavra. Além disso, a mesma palavra no Inglês pode ser pronunciada de forma diferente por falantes nativos de diferentes países, ou até do mesmo país! É por isso que o idioma do Inglês é tão difícil de se aprender e de se entender. Mas você não tem medo da dificuldade, ou tem?
×